LOGO SCHNEIDER ELECTRIC REVISTA TOOLMAKER

Schneider Electric lança StruxureWare Building Operation v1.8.1

A Schneider Electric, especialista global em gestão de energia e automação, lança o StruxureWare Building Operation v1.8.1, o software da solução SmartStruxure, agora com novas funcionalidades e melhorias.

O StruxureWare™ Building Operation, o software da solução SmartStruxure™, oferece monitorização integrada, controlo e gestão de energia, iluminação, climatização e integração de outros sistemas tais como segurança contra incêndios. Permite que os dados de vários dispositivos sejam recolhidos, analisados e geridos, transformando os dados do sistema ao nível da automação em valiosas informações de negócios ao nível da gestão. O software inclui uma variedade de funcionalidades desenhadas para aumentar a escalabilidade, proteção contra ciberameaças, melhorar a usabilidade e acesso ao sistema, e ainda para poupar tempo e reduzir os custos relacionados com o consumo de energia.

Entre as novas funcionalidades e atualizações do StruxureWare Building Operation v1.8.1, destacam-se:

  • Suporte para o SmartX Controller – AS-B, um BMS all-in-one compacto, com portas flexíveis I/OS embutidas e de fornecimento de energia, e dual Ethernet – um progresso entusiasmante para elevar a comunicação field bus BACnet ao nível IP;
  • Eficiências de engenharia, incluindo gráficos compartilhados para facilitar a replicação e edição, poupando tempo e esforço, e melhoria da funcionalidade de notificações;
  • Funcionalidade LON melhorada, incluindo mais equipamentos alocados ao servidor SmartStruxure;
  • Melhorias de transição para apoiar o legado do sistema modernização para a solução SmartStruxure.

“Controlar custos e atenuar riscos são questões imperativas para qualquer negócio”, começa por referir Fernando Ferreira, Especialista em Gestão de energia e Automação de Edifícios na Schneider Electric, adiantando que “graças a um maior acesso à informação energética, os líderes empresariais podem maximizar a poupança de energia até 30 por cento, resultando em menores custos operacionais. Com esta última versão do StruxureWare™ Building Operation, temos o prazer de trazer um nível ainda maior de funcionalidades que irão ajudar os líderes de instalações a gerir e proteger as suas instalações de forma mais eficiente.”

Para mais informações sobre o StruxureWare Building Operation e a solução SmartStruxure, visite:http://www2.schneider-electric.com/sites/corporate/en/solutions/struxureware/applications/buildingoperation.page e http://www.schneider-electric.com/smartstruxure.

LOGO SCHNEIDER ELECTRIC REVISTA TOOLMAKER

Schneider Electric lança novo controlador lógico spaceLYnk

A Schneider Electric, especialista global em gestão de energia e automação, lança o novo controlador lógico spaceLYnk, que conecta diferentes normas e protocolos para a construção de edifícios e monitorização de energia. A nova solução da Schneider Electric é uma solução abrangente, com uma interface de utilizador distinta e confortável, que oferece verdadeira diferenciação e valor acrescentado aos seus utilizadores.

Ideal para a gestão do consumo energético e para a eficiência energética, o controlador lógico spaceLYnk da Schneider Electric permite alcançar uma poupança de mais de 70% do consumo de energia causado pelos sistemas de AVAC e iluminação. Assim, passa a ser possível otimizar duas importantes fontes de consumo de energia, através da instalação do spaceLYnk e da sua integração com dispositivos e aplicações escaláveis abertos.

“O spaceLYnk é capaz de exibir a medição de gás, água e eletricidade, e monitorar o seu consumo diária, mensal e anualmente. Esta nova solução armazena e analisa dados de forma a permitir a identificação de potenciais poupanças de energia, aumentando assim a eficiência energética do edifício,” refere Fernando Ferreira – especialista em gestão de energia e automação de Edifícios da Schneider Electric.

 

Uma vez identificado o potencial de poupança, o controlo ativo das funções do edifício do spaceLYnk permite preparar o edifício de acordo com a sua ocupação e utilização. Por exemplo, passa a ser possível preparar o edifício com antecedência para um cenário de desocupação – comum durante os fins-de-semana em edifícios de escritórios – reduzindo a climatização e desligando todas as luzes.

“Uma solução completa, flexível, simples e eficiente para edifícios,  o spaceLYnk pode ser utilizado como gateway, permitindo a comunicação e interação entre diferentes equipamentos de controlo de funções como iluminação, estores e climatização. Enquanto interface de utilizador, possibilita que todas as funções sejam controladas e exibidas em dispositivos locais e móveis, como tablets ou smartphones. Mas o spaceLYnk pode ainda ser utilizado de outras formas,” revela Fernando Ferreira.

O spaceLYnk pode também ser utilizado como função de memória, uma vez que é capaz de exibir a medição de gás, água e eletricidade para uma monitorização regular, ou como controlador lógico com funções avançadas para a otimização da eficiência energética e do conforto, e ainda como controlador de eventos, enviando notificações no caso de falhas e outros problemas.

A interface spaceLYnk

O spaceLYnk permite controlar todas as funções do edifício com uma única interface – através de um dispositivo local ou móvel. A solução apresenta ao utilizador uma visão estruturada e clara de todas as funções, cenários, configurações e valores, para uma orientação intuitiva e operação conveniente.

SCHNEIDER1SCHNEIDER 2

 

Graças à aplicação de servidor web-based, permite controlar e monitorar todas as funções do edifício, mesmo aquando da ausência dos seus gestores, mantendo-os conectados em qualquer altura. Para tal, é apenas necessária conexão à Internet e um smartphone, tablet ou PC.

A interface do spaceLYnk pode ser totalmente personalizada, o que permite que os  construtores de edifícios possam propôr o seu design e marca ao mercado. Com o homeLYnk oferecem um sistema up-to-date e uma interface feita à medida.

A solução spaceLYnk conecta a construção de funções de controlo, para uma gestão completa do edifício, ideal para pequenas e médias empresas, bem como grandes edifícios.

Em grandes edifícios

A interface de utilizador exclusivo inclui a monitorização de energia, a construção de dados de controlo e manutenção, e o acesso local e remoto via PC, smartphone e tablet, para um controlo consistente e ação imediata.

SCHNEIDER 3

Em edifícios de pequena e média dimensão

O spaceLYnk é interoperável com diferentes sistemas e protocolos standard no mercado, tais como KNX, Modbus ou Bacnet e permite a interligação dos sistemas de iluminação, sombreamento e climatização, podendo estes dados serem enviados para um sistema de gestão técnica centralizada (BMS), por exemplo, SmartStruXure.

 SCHNEIDER 4

 

LOGO SCHNEIDER ELECTRIC REVISTA TOOLMAKER

Schneider Electric revela os finalistas Go Green in the City 2016

Schneider Electric revela as 12 equipas finalistas Go Green in the City 2016

·         Cada equipa terá um embaixador Schneider Electric como mentor para a preparação para a final.

·         O desafio global da Schneider Electric voltou a crescer em popularidade na edição de 2016.

A Schneider Electric, especialista global em gestão de energia e automação, revela as 12 equipas finalistas da sexta edição Go Green in the City, desafio internacional para estudantes que incentiva ao desenvolvimento de soluções energéticas inovadoras para cidades inteligentes.

As 12 equipas que farão parte da final do desafio, a decorrer em  Paris, de 19 a 22 de setembro, são: Anemoi (Alemanhã); Cyclicity (Canadá); DeLight (Azerbeijão); Green Dreamers (China); Green Link (China); Holoenergy-energy for all (Brasil); Scarf (Indonésia); SolarWay (Emirados Árabes Unidos); Spartans (Índia); Team Achievers (Quénia); The Mavericks (Índia); Xponential (China – Hong Kong SAR).

As equipas finalistas têm agora oito semanas para prepararem as suas apresentações bem como  colocarem e responderem às questões do júri, composto por especialistas e gestores da Schneider Electric. Cada equipa continuará a contar com o apoio do seu mentor, um colaborador da Schneider Electric nomeado para lhes proporcionar aconselhamento a partir da semi-final. O papel destes mentores consiste precisamente em ajudar os candidatos a desenvolverem as suas ideias e projetos de negócio, com enfoque no seu impacto, nas necessidades dos utilizadores, viabilidade e retorno de investimento.

“Este desafio da Schneider Electric promove a conciencialização de milhares de alunos de todo o mundo, dotando-os da capacidade de compreenderem a importância de lutarem e trabalharem por um mundo mais sustentável. O Go Green in the City é também uma oportunidade para a partilha da missão de inovação do Grupo, redefinindo indústrias, transformando cidades e enriquecendo as vidas dos cidadãos através de tecnologias de gestão de energia e automação,” constata James Nathan, Enterprise Account Manager da Schneider Electric Canada e mentor nas últimas quatro edições Go Green in the City.

Um desafio com popularidade crescente

Lançado em 2011, o desafio Go Green in the City oferece a estudantes de engenharia e gestão (a partir do segundo ano de licenciatura) a oportunidade de apresentarem ideias de gestão de energia inovadoras para as cidades inteligentes do futuro. Tal como em edições anteriores, os participantes devem propôr soluções de gestão de energia que dêm resposta às necessidades das cidades inteligentes em uma de cinco áreas: residencial, universidades, empresas, hospitais e tratamento e distribuição de água. Pelo menos um dos membros de cada equipa deve ser do género feminino.

O interesse dos estudantes no desafio Go Green in the City tem vindo a crescer consideravelmente desde o seu lançamento. Este ano, a Schneider Electric recebeu mais de 16 400 candidaturas, quando em 2015 recebeu 12 800 candidaturas. A edição de 2016 recebeu candidaturas de todo o mundo, mas com particular incidência na China, Leste Asiático, Índia e América do Norte. Este ano, competiram na primeira fase do desafio, 16 466 candidaturas, num total de 1 184 equipas de 180 países.

Para mais informações sobre o desafio Go Green in the City, visite o website, a página de Facebook e o Twitter.

 

Schneider Electric - Revista Toolmaker

Schneider Electric prepara novos parceiros de IT para os desafios associados à computação

Schneider Electric prepara novos parceiros de IT para os desafios associados à computação de proximidade e à necessidade de especialização.

A Schneider Electric, especialista global em gestão de energia e automação realizou durante os meses de Maio e Junho a iniciativa IT Partners ConneXion Day, um conjunto de três sessões regionais que reuniram revendedores e integradores de IT no Porto, Loulé e em Coimbra  com um programa que incluiu a apresentação do Novo Programa de Parceiros APC by Schneider Electric e os novos desafios da Cloud, associados à computação de proximidade, denominada Edge Computing.

ITPartnerConnexionDays_APCbySchneiderElectric3

As sessões exploraram a necessidade cada vez maior dos revendedores e integradores de IT se especializarem, de forma a poderem responder às necessidades dos seus clientes. Para isso, a empresa oferece módulos de formação e especialização gratuitas mediante o registo no Programa de Parceiros APC by Schneider Electric, que não pressupõe qualquer tipo de compromisso nos primeiros níveis. Além disso, foi focado com detalhe o Programa iRewards, que faz parte do Programa antes referido, através do qual os parceiros são recompensados pelas suas compras em produtos APC através de pontos que podem ser trocados por prémios ou por crédito para futuras compras.

Por outro lado, foi apresentada a solução para Edge Computing, os Micro Data Centers, como uma oportunidade de crescimento para o canal, já que se trata de uma solução que vai ao encontro da necessidade de computação de proximidade que permite aos parceiros diferenciarem-se ao proporem aos seus clientes uma solução que é testada e assemblada em fábrica, cujo tempo necessário para instalação é reduzido e que permite uma redução no tempo de latência, um fator crítico para as organizações, particularmente no setor da saúde, retalho, indústria, entre outros.

 ITPartnerConnexionDays_APCbySchneiderElectric1

A IDC estima que em 2018, 60% das empresas irão confiar em Centros de Dados que utilizem automação avançada de forma a gerar maior eficiência. Os Micro Data Centers vêm contribuir para o crescimento destes Centros de Dados inteligentes e representam uma oportunidade para as empresas reduzirem custos operacionais ao mesmo tempo que aumentam agilidade e qualidade de serviço.

Cada uma das sessões contemplou ainda uma Web Tour Experience APC by Schneider Electric, de forma a apresentar o recentemente renovado website e dotar os parceiros dos conhecimentos necessários para uma navegação rápida e fácil, contribuindo, assim, para uma experiência melhorada.

 

Para João Rodrigues, IT Division Vice President da Schneider Electric Portugal, “no contexto atual, é fundamental que os nossos parceiros estejam preparados para responder rápida e agilmente aos requisitos dos seus clientes, daí termos renovado o nosso Programa de Parceiros APC by Schneider Electric, de forma a ajudarmos os revendedores e integradores IT a especializarem-se e, por outro lado, a recompensá-los pela sua fidelização com prémios ou crédito em conta. Como complemento e, sendo um das grandes novidades deste ano, não poderíamos deixar de apresentar as nossas soluções de Edge Computing, uma das nossas grandes apostas para este ano e que, acreditamos que pode trazer mais oportunidades de vendas para o canal”.

LOGO SCHNEIDER ELECTRIC REVISTA TOOLMAKER

Schneider Electric alcança 10.º lugar no ranking Newsweek Global Green 2016

  • Empresa passa do 25.º para o 10.º lugar.
  • Novo ranking é testemunho da visão de desenvolvimento de tecnologias da empresa que assegura a conectividade para todos, em todo o lado e a qualquer momento – Life Is On.
  • A progressão no ranking também reconhece os compromissos assumidos pela empresa aquando do COP21.

No final de 2015, o COP21 fomentou a esperança legítima de que cidadãos, governos e empresas mudiais podem coordenar os ses esforços para diminuir as causas e os efeitos das alterações climáticas. Apenas alguns meses mais tarde, o ranking Newsweek Global Green 2016, listagem global das empresas mais sustentáveis realizada pela revista semanal norte americana Newsweek, em parceria com a Corporate Knights e a HIP Investor, comentou o compromisso ambiental assumido pela Schneider Electric, especialista global em gestão de energia e automação. O Grupo orgulha-se de alcançar o 10.º lugar neste ranking, ao lado de outras empresas de elevada reputação como a Shire Plc., a Reckitt Benckiser e a British Telecom.

Promover inovação para a Sustentabilidade em todas as frentes

As elevadas pontuações obtidas pela Schneider Electric refletem o histórico comprovado do Grupo enquanto motor de inovação, em todas as frentes, através de tecnologias de gestão de energia e automação conectadas, que remodelam indústrias, transformam cidades e enriquecem vidas. Na Schneider Electric, chamamos a isto “Life is On”.

“Estamos muito satisfeitos com os resultados do último ranking Newsweek Global Green. O mesmo demonstra que temos as estratégias de sustentabilidade adequadas e o roadmap de inovação ideal”, disse Gilles Vermot Desroches, SVP de Sustentabilidade na Schneider Electric. “Queremos que todos no nosso planeta tenham acesso a energia segura, fiável, eficiente e sustentável, e estamos empenhados em fornecer soluções inovadoras que abordem o paradoxo energético: equilibrar a pegada de carbono do nosso planeta com o direito humano irrefutável de acesso a energia de qualidade”.

O grande salto da Schneider no ranking, do 25.º para o 10.º lugar, resulta também de iniciativas da empresa na utilização dos recursos naturais de forma inteligente, incluindo fontes renováveis, nas suas operações globais. O ranking reconhece os 10 compromissos assumidos pela Schneider Electric no COP21, destinados a permitirem à empresa e ao seu ecossistema alcançar a neutralidade de carbono nos próximos 15 anos, através dos seus produtos, soluções, I&D e operações industriais.

Esses compromissos incluem:

  • Medição do impacto de carbono em 100% dos grandes projetos de clientes;
  • Desenvolvimento de 100% da nova oferta utilizando o Schneider ecoDesign Way™ e dotação da marca ecológica Green Premium™ da empresa em 75% da oferta;
  • Evitar a emissão de 120 000 toneladas de CO2 com a introdução de produtos em ciclo de fim de vida de acordo com os princípios da economia circular;
  • Ajudar 50 milhões de pessoas, na base da pirâmide, a terem acesso a iluminação e comunicação nos próximos 10 anos, através de soluções com baixos níveis de carbono.

O desempenho ambiental e o desenvolvimento sustentável da Schneider Electric são divulgados trimestralmente através do seu barómetro Planeta & Sociedade. A estratégia de desenvolvimento sustentável da Schneider Electric tem também sido reconhecida por outras organizações, como o CDP, que nomeou o Grupo a Novembro de 2015, pelo quinto ano consecutivo, líder mundial pela sua ação corporativa e transparência sobre as alterações climáticas.

SCHNEIDER - REVISTA TOOLMAKER

Schneider Electric lança a gama Modicon M580 ePAC high-end com Ethernet nativa

A solução de alta disponibilidade surge como o primeiro PLC desenvolvido para a Industrial Internet of Things.

A Schneider Electric, especialista global em gestão de energia e automação, anuncia o lançamento do seu novo controlador lógico programável Modicon M580 high-end.

A principal oferta da gama de controladores Modicon, o Modicon M580 ePAC, inclui agora a funcionalidade hot standby (HSBY), Ethernet nativa e cibersegurança embutida. Sendo o primeiro PLC desenvolvido para a Industrial Internet of Things, o Modicon M580 ePAC é um controlador de elevada disponibilidade integrado na arquitetura de automação da Schneider Electric,  PlantStruxure.

“É com grande entusiasmo que introduzimos uma das maiores inovações na área de automação, com o lançamento do novo controlador Modicon M580 ePAC de elevada disponibilidade,” constata Pedro Silva, Gestor de Produto Automação & SCADA. Pedro adianta ainda que, “as funcionalidades de última geração incluídas neste PLC oferecem verdadeiros benefícios aos nossos clientes, graças ao facto de esta ser uma solução desenhada a pensar no futuro, preparada para responder às exigências e desafios do mundo industrial.”

 

Desenvolvido a pensar na segurança

O Modicon M580 ePAC oferece ao mercado desenvolvimentos na área da cibersegurança, através das certificações Achilles™ Level 2 e ISA. Para utilizadores que necessitam de rastrear os seus processos e programas, o Modicon M580 encontra-se agora equipado com memória mais alargada e funcionalidades de processamento – permitindo que as novas funcionalidades integradas melhorem a cibersegurança e os valores de horodatação para todas as variáveis das aplicações de processo.

 

Evolução sustentável

A migração para o novo Modicon M580 ePAC não requer a alteração de todo o sistema, graças às ferramentas de modernização passo-a-passo para as plataformas Modicon Quantum e Modicon Premium.

 

Poderoso desempenho

O novo Modicon M580 ePAC oferece uma solução acessível de alta disponibilidade para aplicações de processo, de gama média a processos de elevada disponibilidade, oferecendo CPUs de hot standby e fontes de alimentação redundantes. Juntamente com estas funcionalidades de redundância, o Modicon M580 ePAC otimiza o tempo de operação com a possibilidade de configuração online sem que seja necessária a interrupção do processo de produção. Adicionalmente, o fieldbus CANopen encontra-se também integrado de forma nativa através de um novo módulo CANopen embutido.

 

Para mais informações, visite: http://www2.schneider-electric.com/sites/corporate/en/products-services/product-launch/modicon/modicon-m580-epac.page.

 

LOGO SCHNEIDER ELECTRIC REVISTA TOOLMAKER

Gartner reconhece Schneider Electric como líder no seu Magic Quadrant de ADMS

A Schneider Electric foi reconhecida pelo Magic Quadrant da Gartner, pelo terceiro ano consecutivo, como líder em sistemas ADMS. Em 2016, a Schneider Electric recebeu a pontuação mais elevada, nos três critérios de funcionalidades críticas para sistemas ADMS.

Os Sistemas de Gestão Avançada de Distribuição (ADMS) são plataformas unificadas de gestão da distribuição de energia elétrica que oferecem aos operadores de redes inúmeras funcionalidades, entre as quais vigilância, análise do desempenho de rede, gestão de incidentes e planeamento da manutenção.

Estes sistemas são fundamentais para definir as estratégias das companhias elétricas para a otimização da gestão da rede, melhoria do desempenho, aceleração da instalação e redução dos custos operacionais. Segundo a consultora britânica Technavio[1], espera-se que o mercado de ADMS cresça anualmente mais de 17%, entre 2014 e 2019, confirmando a sua importância.

Pelo terceiro ano consecutivo, a Schneider Electric, especialista global em gestão de energia e automação, é reconhecida enquanto líder em ADMS pelo relatório Magic Quadrant da Gartner, Inc.[2] A Schneider Electric alcançou a mais elevada pontuação no âmbito das funcionalidades críticas para sistemas de gestão avançada de distribuição consideradas pelo relatório: melhoria da resposta em caso de interrupção, otimização da operação da rede e gestão de impactos DER.[3]

Identificada como líder no mercado de ADMS pelo Magic Quadrant da Gartner, a Schneider Electric é fornecedora de 69 companhias de distribuição elétrica, que servem 66 milhões de clientes em todo o mundo. Nos últimos meses, a Schneider Electric assinou mais de 10 novos contratos de ADMS, nomeadamente com a Central Hudson Gas & Electric Corp. (Central Hudson, Estados Unidos) em março de 2016.

“A Schneider Electric está orgulhosa por receber mais uma vez o reconhecimento de uma organização com o mérito da Gartner,” declara Frédéric Abbal, Vice-Presidente Executivo de Energy Business da Schneider Electric. “A identificação como um dos líderes de mercado pela Gartner encoraja-nos a continuarmos a nossa missão de oferecer as melhores soluções para a otimização dos investimentos dos nossos clientes, melhoria da fiabilidade e robustez das suas redes.”

O relatório Magic Quadrant completo encontra-se disponível para subscritores em www.gartner.com.

Para saber mais sobre as soluções de ADMS da Schneider Electric visite:

http://www.schneider-electric.com/b2b/en/solutions/for-business/s4/electric-utilities-advanced-distribution-management-system-adms/.

[1] http://www.technavio.com/report/global-outage-management-system-market-2015-2019

[2] Randy Rhodes e Zarko Sumic, Magic Quadrant for Advanced Distribution Management Systems, Gartner, 14 de março de 2016.

[3] Randy Rhodes e Zarko Sumic, Critical Capabilities for Advanced Distribution Management Systems, Gartner, 14 de março de 2016.

297926-tesys-h scheneider - revista toolmaker

Schneider Electric revela TeSys H:

Arrancadores-motor ultra compactos e multifuncionais para motores assíncronos

Desenhada para otimizar a integração do arrancadores-motor em painéis de controlo para motores assíncronos até 3 KW/400 V,  a nova gama de arrancadores-motor ultracompactos e multifunctionais TeSys H da Schneider Electric é a solução ideal para aplicações padrão e cadeias de segurança.

A Schneider Electric, especialista global em gestão de energia e automação, acaba de revelar a gama TeSysTM H, composta por arrancadores-motor multifuncionais de 22.5 mm para motores assíncronos. A tecnologia inovadora na origem do TeSys H permite poupar espaço significativo nos paineis de controlo.

Multifuncionalidade

Para a máxima eficiência, a solução compacta TeSys H oferece até quatro funcionalidades:

  1. Arranque direto
  2. Inversão do sentido de marcha
  3. Proteção contra sobrecarga do motor ou desequilíbrio de fase
  4. Corte seguro SIL3/PLe (disponível na variante Safe Torque Off)

Os benefícios do TeSys H

Com estas funcionalidades integradas, o arrancador-motor TeSys H permite aos utilizadores maximizarem a eficiência durante a instalação e diagnóstico. Compatível com outros produtos da Schneider Electric, esta solução compacta assegura:

  • até 75% de redução de espaço, tornando-a ideal para paineis de controlo em que a economia de espaço é vital
  • a redução de 60% do tempo de instalação, graças à eficiência proporcionada pelo facto de ter funções  integradas num corpo único e compacto
  • Corte seguro SIL3/PLe, que simplifica o design da arquitetura de segurança

Dois modelos TeSys H

Os arrancadores-motor TeSys H encontram-se disponíveis em dois modelos, dedicados a diferentes aplicações.

Com identificação verde, o TeSys H padrão é ideal para aplicações comuns, oferecendo 3 funções:

  1. Arranque direto
  2. Inversão do sentido de marcha
  3. Proteção contra sobrecarga do motor ou desequilíbrio de fase

Esta versão padrão vem equipada com contacto auxiliar de sinalização de falha, três opções de reconfiguração (manual, remota e automática), bem como uma ampla gama de configurações (0.18 até 2.4 A e 1.5 até 9 A), tensão de comando (24 VCC ou 110-230 VCA) e quatro LEDs para um diagnóstico mais simples. A instalação e manutenção são também simples, graças à montagem direta numa calha DIN de 35 mm. Este modelo tem certificação CE e UL.

297928-tesys-h 297926-tesys-h

A versão do TeSys H com identificação vermelha, o modelo Safe Torque Off para aplicações em cadeias de segurança, tem integradas todas as três funcionalidades do modelo anterior e ainda a função adicional de “corte seguro”. Este modelo dá resposta aos requisitos de segurança operacional, sendo identificao como SIL3 de acordo com a norma IEC 61508-1 e como PLe de acordo com a norma ISO 13849-1. Tem ainda as certificações CE, UL e ATEX.

Para mais informações sobre os arrancadores-motor ultracompactos e multifunctionais TeSys H da Schneider Electric, visite: http://bit.ly/1qtEUuV.

LOGO SCHNEIDER ELECTRIC REVISTA TOOLMAKER

Schneider Electric e Central Hudson Gas & Electric lançam Sistema DMS Avançado.

Schneider Electric e Central Hudson Gas & Electric lançam Sistema DMS Avançado, aumentando a eficiência e introduzindo inovação tecnológica

A Central Hudson vai trabalhar com a Schneider Electric para melhorar a eficiência e fiabilidade do Sistema de Elétrico de Energia, através da implementação de funções de otimização Volt-Var e de reconfiguração automática na sequência de defeitos (FLISR).

A Schneider Electric, especialista global em gestão de energia e automação, e a Central Hudson Gas & Electric Corporation (Central Hudson),uma Companhia Eléctrica de Distribuição e Transmisssão, anunciam os seus planos para a implementação do Sistema aDMS (Advance Distribution Management System) da Schneider Electric, reconhecido como líder de mercado.

A Central Hudson é uma Companhia Elétrica de Transmissão e Distribuição regulada que serve aproximadamente 300.000 clientes no mercado da electricidade e 78.000 clientes no mercado de gás natural, em Mid-Hudson River Valley, no Estado de Nova Iorque. O Sistema DMS faz parte do programa de Automação da Distribuição da empresa, uma iniciativa multi-anual, que visa reduzir o consumo de energia dos clientes e melhorar a fiabilidade do sistema. Para cumprir estas metas, a Central Hudson escolheu a solução aDMS da Schneider Electric como uma das primeiras implementações de ADMS abrangentes em Nova Iorque. A plataforma incluirá um Sistema de Gestão DMS a correr sobre o Sistema de Supervisão, Controlo e Aquisição de Dados (SCADA), permitindo à Central Hudson melhorar a identificação de possíveis problemas, integrar recursos de energia distribuída (DER), e analisar e otimizar a operação da rede.

“A Central Hudson orgulha-se de ser parceira da Schneider Electric, que já comprovou a sua liderança de mercado e detém uma solução ADMS que se coaduna com a nossa visão e estratégia,” refere Paul E. Haering, Vice-Presidente de Engineering & System Operations da Central Hudson Gas & Electric.

Juntamente com a visualização em tempo real e monitorização do estado da rede, o sistema irá oferecer à Central Hudson uma série de ferramentas analíticas que recomendarão as operações sobre a rede mais adequadas para maximizar a eficiência e a fiabilidade desta, tais como Otimização Volt/VAr (IVVO) e Reconfiguração Automática (FLISR). A IVVO permitirá à Central Hudson otimizar a eficiência da rede de distribuição, reduzindo perdas de energia e picos de consumo, bem como a utilização de energia de um modo geral. A FLISR isolará os locais de potenciais defeitos e, imediatamente, redirecionará a energia para tantos clientes quanto possível, enquanto reduz o tempo de interrupção para os restantes clientes através do envio das equipas mais próximas da área que necessita de reparação.

Após a conclusão da implementação inicial, em março de 2017, a Schneider Electric e a Central Hudson vão explorar novas melhorias, incluindo a migração para o OMS da Schneider Electric. Esta componente irá alavancar a análise de DMS para fornecer a gestão automatizada de falhas de energia, melhorando a experiência geral do cliente.

“A Schneider Electric tem a capacidade de fornecer serviços de TI, dispositivos de TO e sistemas de interseção que compõem a rede híbrida do futuro – além disso, é a única empresa capaz de fornecer uma gama completa de sistemas, software e serviços especializados,” declara Dragan Popovic, Vice-Presidente Executivo de Smart Grid IT da Schneider Electric. “Ao implementar o nosso sistema ADMS líder da indústria, estamos a ajudar a Central Hudson a gerir o crescente aumento de consumos e picos de carga, a integrar mais energia renovável na rede e a melhorar a qualidade e disponibilidade de eletricidade, do Centro de Controlo para o Cliente.”

O posicionamento único da Schneider Electric permite-lhe oferecer um conjunto de soluções de hardware e software, com serviços de consultoria, implementação e apoio, para responder aos desafios que surgem com as redes inteligentes, desde o Centro de Controlo até ao cliente.