Entrevista_nsb_TOOLMAKER_1

Especial 8 de março: Entrevista a Margarida Coelho, Diretora Geral na NSB Group

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

NSB Group é um conjunto de empresas com sede em Leiria, Portugal, estabelecido desde 2001 no mercado internacional. É especializada na fabricação de moldes desde o seu design, prototipagem, produção e testes para obtenção das peças finais em plástico e em borracha. Margarida Coelho é a Diretora Geral na NSB Group e ao seu lado sempre te acompanha Ana Paula Silva, Diretora Comercial.

Hoje, por ocasião do Dia Internacional da Mulher, nós falamos com Margarida Coelho sobre o seu trabalho à frente da NSB Group.

Atualmente ocupa o cargo de Diretora Geral na empresa NSB Group. Qual é o seu trabalho neste momento nessa posição?

Coordenar, gerir, decidir, consolidar. Incentivar.

Quais aspetos do seu trabalho são aqueles que mais o motivam no dia-a-dia?

Todos os dias serem dias diferentes. Os novos desafios, a interação de toda a nossa equipa, a construção de pontes entre a equipa NSB Group, de que muito orgulhosamente faço parte, com todos os nossos clientes e potenciais clientes.

Primo pela humanização dos negócios. E estes são feitos por pessoas para pessoas. É o aspeto mais positivo e motivador.

Quais são os maiores desafios enfrentados pela NSB Group nesses tempos, quando o mercado desacelerou?

Os maiores desafios enfrentados e a enfrentar quando o mercado desacelera, resumo-os a um só:  a concorrência desleal.

Com isto, quero dizer, que muitas empresas começam a praticar preços, muitas vezes, abaixo do valor real e competir nos mercados internacionais, nesta situação, é muito difícil. Contudo, na NSB Group pautamo-nos por fazer dos constrangimentos grandes oportunidades, trabalhando com resiliência para não nos desviarmos dos nossos princípios e continuar a percorrer o caminho traçado para cumprir com êxito os nossos objetivos.

Qual foi o saldo final de 2018? Quais são as suas previsões de negócios para 2019?

O saldo final de 2018 para a NSB Group foi muito positivo. Quer em valores, pois ultrapassámos em grande escala os objetivos traçados, mas sobretudo na nossa projeção internacional apostando no reforço quer da equipa comercial quer da técnica que trouxe um valor acrescentado ao Grupo e maior capacidade de resposta ao crescimento em novos sectores de mercado.

Em 2019, os nossos objetivos estão bem claros e definidos:

Consolidação da nossa carteira de clientes, concretização de negócios que temos em curso, a continuidade da prospeção e aposta em novos mercados fora da Europa  aumentando assim a nossa presença, consolidar ainda mais a complementaridade dos dois principais core businesses do Grupo, a fabricação de moldes com o valor acrescentado da tecnologia de injecção com gas.

Há poucas mulheres que encontramos hoje em posições gerenciais de empresas do setor de moldes. Como você considera que a presença de mulheres nessa indústria pode ser incentivada?

Com exemplos. Mas acredito que se as mulheres quiserem estar e aumentar a sua presença, o farão, sem necessidade de serem incentivadas, quer por nós mulheres que já cá estamos, quer através de qualquer decreto. Basta quererem.

Ao longo de sua carreira, você encontrou oposição na indústria de moldes por ser mulher?

Não, nunca encontrei oposição por ser Mulher, mas algumas, muitas, por não ser homem. Por não pertencer ao clube.

20171108_101723